Pteridófitas

Coleção de pteridófitas
Inaugurada em 2007, a coleção de Pteridófitas é resultado do Prêmio para Projetos Educacionais – Modelos nos Jardins Botânicos Brasileiros “Educação para Conservação de Espécies Nativas”, promovido pelo Programa Investindo na Natureza no Brasil.

O Programa foi resultado da parceria internacional do HSBC, BGCI (Botanic Gardens Conservation International), Earthwatch e WWF (Worldwide Fund for Nature) e da parceria nacional da Rede Brasileira de Jardins Botânicos e do Instituto de Pesquisas do Jardim Botânico do Rio de Janeiro.

O Jardim Botânico Municipal de Bauru conquistou esse prêmio em 2006, com o Projeto Pteridophyta: Educação e Conservação – uma Proposta do Jardim Botânico Municipal de Bauru, que tinha como objetivo a construção de um recinto para abrigar uma coleção de pteridófitas e a realização de um projeto educativo para a comunidade.

A coleção de pteridófitas é composta por exemplares coletados em áreas naturais de Bauru e outras regiões do estado de São Paulo. Encontra-se em um recinto que proporciona aos visitantes conhecimento e divulgação sobre riqueza biológica deste importante grupo vegetal.

As pteridófitas são um grupo muito diverso, sendo as mais conhecidas chamadas popularmente de samambaias. É um grupo muito diverso que ocorre, em geral, em locais úmidos por todo o mundo. Existem há aproximadamente 360 milhões de anos, muito antes dos primeiros dinossauros. Foi o primeiro grupo de plantas a conquistar o ambiente terrestre.